Skip

Apoio Educativo

O apoio educativo consiste na disponibilização de um conjunto de estratégias e atividades de apoio, de caráter pedagógico e didático, organizadas de forma integrada, para complemento e adequação do processo de ensino e aprendizagem, destinando-se, prioritariamente, às crianças ou jovens com graves dificuldades de aprendizagem.
O apoio educativo concretiza-se nas unidades orgânicas, mediante a elaboração e aprovação do Programa de Apoio Educativo, devidamente enquadrado no Projeto Educativo da Unidade Orgânica.

Natureza e Objetivos

  • Contribuir para o aumento do sucesso educativo dos alunos através da melhoria da aquisição de conhecimentos e competências e o desenvolvimento das capacidades, atitudes e valores consagrados nos currículos aplicáveis;
  • A orientação educativa, a deteção, o enquadramento e a prevenção de comportamentos de risco e de exclusão social;
  • Criar condições essenciais para o desenvolvimento com sucesso do ensino aprendizagem e para a integração na comunidade escolar das crianças e jovens cuja língua materna não seja a portuguesa, quando estes manifestem dificuldades no acompanhamento dos programas educativos.

Sinalização

A necessidade de apoio educativo pode ser desencadeada no âmbito da operacionalização do processo de avaliação e intervenção nas NEE ou em qualquer momento do ano letivo, quando o conselho de turma ou de núcleo verifique que o aluno se encontra em risco de terminar o ano letivo sem aproveitamento.

Tipologia do Apoio Educativo

O apoio educativo pode assumir as seguintes formas:

  • Pedagogia diferenciada na sala de aula;
  • Programas de tutoria para apoio a estratégias de estudo, orientação e aconselhamento do aluno;
  • Atividades de compensação em qualquer momento do ano letivo ou no início de um novo ciclo;
  • Aulas de recuperação;
  • Atividades de ensino específico de língua portuguesa para alunos oriundos de países estrangeiros;
  • Adaptações programáticas das disciplinas em que o aluno tenha revelado especiais dificuldades;
  • Constituição de grupos de alunos do mesmo nível ou similar, de caráter temporário ou permanente, ao longo do ano letivo;
  • Estratégias pedagógicas e organizativas específicas;
  • Adoção de condições especiais de avaliação;
  • Atividades Educativas nos termos previstos no ECD.

1 comentário

  1. O meu educando, aluno do 6.º ano, usufruiu até inicio do 3.º período de apoio educativo a matemática, disciplina onde tem especiais dificuldades e classificação de 2. No inicio do 3.º periodo a Prof. de apoio, que é a mesma da disciplina, decidiu unilateralmente exclui-lo do apoio, referindo que não vale a pena, sem ter consultado os pais e quando todo o feedback que tinhamos do aluno e do diretor de turma, é que o apoio a matemática estava a ser util. Será legitima esta exclusão do apoio de matemática, será correcto desistir assim do aluno? Será correcto retirar o apoio a um aluno que tem negativa na disciplina? Esta exclusão não contraria o objetivo da escola e do próprio apoio que é reduzir a retenção?
    Gostava que enviassem a legislação que rege o apoio educativo e a quem posso/devo reclamar formalmente desta situação.

Coloque a sua questão/sugestão

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*