“Antero Hoje” – Jornadas Anterianas

O Governo Regional e a Fundação Calouste Gulbenkian promovem em novembro as jornadas “Antero Hoje”, quando passam 175 anos do nascimento de Antero de Quental, poeta, filósofo, pensador, agitador político e figura maior dos Açores.

As jornadas, a 07 e 08 de novembro, na Biblioteca e Arquivo Regional de Ponta Delgada, contam com palestras de oito investigadores, “todos especialistas em temas correlacionados com Antero”.

Da região, participam António Machado Pires, “anterianista de renome” que em 1991 organizou na Universidade dos Açores o Congresso Anteriano Internacional, para assinalar o centenário da morte do poeta. A este juntam-se outros três autores dos Açores, ligados ou que já estiveram ligados àquela universidade, Urbano Bettencourt, Ana Cristina Gil e Magda Carvalho.

Do exterior vem Eduardo Lourenço, que é o principal pensador português vivo, Ana Maria Almeida Martins, maior especialista na obra de Antero de Quental, Luiz Fagundes Duarte, que ainda recentemente publicou um livro sobre temas anterianos, e Guilherme d’Oliveira Martins, que foi ministro, durante muitos anos presidente do Conselho Nacional de Cultura e uma figura importante da cultura portuguesa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*