Plano Regional de Leitura (PRL)

Iniciativa que pretende agregar os projetos de promoção da leitura e de formação de leitores competentes. Constitui-se como um instrumento autónomo que, embora baseado nos mesmos princípios subjacentes ao Plano Nacional de Leitura, com quem estabeleceu Protocolo, reúne ações e estratégias de valorização da leitura e do livro especificamente adequadas às características e necessidades da população açoriana e do sistema educativo regional.

Dando continuidade ao estipulado no Protocolo de colaboração entre a Secretaria Regional da Educação e Formação e a Comissão do Plano Nacional de Leitura, o Governo Regional determinou implementar o Plano Regional de Leitura, que elege como principal objectivo o desenvolvimento de competências e práticas de leitura nos Açores.

O Plano Regional de Leitura constitui um instrumento autónomo que, embora baseado nos mesmos princípios subjacentes ao Plano Nacional, reúne ações e estratégias de valorização da leitura e do livro especificamente adequadas às características e necessidades da população açoriana e do sistema educativo regional.

No dia 6 de junho de 2011, o Plano Regional de Leitura foi publicado em anexo à Resolução do Conselho do Governo n.º 82.


Resolução do Conselhodo Governo N822011

Página web do Plano Nacional de Leitura
​​​

PRL - Últimas notícias

 

1 comentário

  1. FÁTIMA MARGARIDA FERREIRA, 8 Outubro, 2018 às 0:19

    Boa noite, Drª Lúcia, já estou na fase final da redação da dissertação de mestrado acerca da implementação do PRL e gostaria de saber, pois não encontro esta informação, se a comissão científica ou coordenadora do PRL ou a SRE dispõem de algum mecanismo para aferir a implementação do PRL nas várias unidades orgânicas, no que concerne ao número de alunos envolvidos, obras literárias trabalhadas, escolhidas, projetos desenvolvidos…
    Com os meus agradecimentos,
    Fátima Ferreira

Coloque a sua questão/sugestão

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.